julho 21, 2010

A paixão de Isabel


Vale a pena. É ótimo. Tem legendas em português no item subtitles.

julho 13, 2010


Sei, o dia é do rock. Mas prefiro me despedir do grande Paulo Moura.

julho 07, 2010

Verão chinês

Haja piscina para tanto calor e tanta gente. Essa é na província de Sichuan.

julho 06, 2010

Pobre Lucas...

O Mick Jagger continua liderando os trending topics do Twitter, e além de todos as maldições dos brasileiros, ganhou a curiosidade dos twitteiros de outros países. "Porque Mick Jagger tem sido o assunto mais comentado?", começaram a se perguntar todos aqueles que não moram no Brasil, não acompanharam a Copa, e não sabem da fama de pé gelado do sir Jagger.

Então, até que alguém explicasse, começaram a surgir vários comentários do outro lado: "quantos anos ele tem? 200?", "ele trocou a vida de roqueiro pela vida eterna?". Para alguns foi até um alívio e mesmo sem saber o motivo concordaram que se ele é o número 1 no microblog, e não foi por ter morrido, ainda há esperança no Twitter. E assim ele tem se mantido em evidência nas redes sociais, provavelmente contra a sua vontade, já que não precisa desse tipo de publicade.

No Facebook, surgiram fotos de todos os lados com camisetas da campanha presidencial. Ora apoiava a Dilma, ora o Serra. Como a que publiquei aqui (e lá, rs). E não faltaram as piadinhas, "ele declarou ser corintiano", "vamos torcer para você não ficar grávida, disse a Luciana", e assim por diante.

O Dunga e o Felipe Melo, agradecem, claro. Se nós, brasileiros, conseguimos achar uma vítima para dividir a culpa com eles, nada melhor, não? E mesmo a demissão sumária de toda a equipe técnica, que deveria ter sido comemorada com um "já vai tarde" ao som de vuvuzelas, acabou dividindo o espaço com o pobre Mick.

Na verdade, ele foi apenas um bom pai que levou o filho para ver futebol. E o menino Lucas, esse sim a maior vítima, deverá enfrentar uma barra quando voltar às aulas. De fogo amigo a inimigos declarados, além de uma nação inteira que sempre vai olhar torto para ele. Não dá nem para convidar o pai para assistir a um jogo seu no colégio, imagine a reação do time.

Está certo que os presentes e a mordomia devem ter compensado, e a mãe ainda deve fazer um trabalho "psicológico", talvez dizendo que não passam de um bando de pobres recalcados e recalcados pobres. Mas criança é criança, vale o dia-a-dia e a crueldade dos coleguinhas. Nada, claro, que uma estadia em Londres não resolva.

A única esperança de Mick sair de evidência é se a tal de Riquelme, que também esteve nos trendig topics, cumprir sua promessa de tirar a roupa, mesmo com o Paraguai perdendo. Ou seja, ela ia ficar nua de qualquer jeito.

Apenas as crianças choram...

Ainda no rescaldo de Copa, me partiu o coração quando minha sobrinha me disse, com uma carinha emocionada, que chorou muito quando o Brasil foi desclassificado porque "sentiu uma dor muito grande". E ela assistia o jogo com todos os aparatos, roupas, presilhas, vuvuzela e até um colarzinho com a bandeira. Não chegou ao desespero do Salomão, no Youtube, que ao lado de outras meninas que estão chorando, faz um berreiro danado. Ao ser consolado pela mãe, que lembra 2014, ele, dramático, diz que pode morrer até lá e então nunca verá o Brasil campeão.

Eu fiquei pensando que talvez uma forma de dar mais seriedade à seleção brasileira na Copa de 2014 seja a de fazer uma promoção para que apenas crianças assistam aos jogos do Brasil. Estádios lotados de crianças, todas de verde e amarelo, gritando, chorando, rezando, cantando. Com essa torcida, será que veríamos de novo a papagaiada do jogo com a Holanda? Duvido.

Índio?
Acho que o senhor das trevas está precisando mais é de um pajé.

Take it easy
Como essa Copa me deixou muito reclamona, um pouco de relax com Mika.