fevereiro 21, 2008

Volver

Um momento de Raimunda (by Penelope) para vcs. Hasta la vista..

fevereiro 08, 2008

Doidomundo, mundoido

Ontem, na sua coluna, o Veríssimo comenta que tirando tudo que todos já sabem que é diferente, anatomicamente é tudo muito igual entre homens e mulheres. Não há mistério, os dois possuem rins, pulmão, fígado, vesícula (esse caso falo daqui a pouco) e tudo mais. Mas existem duas partes da mulher que o homem, por mais que se esforce, não consegue desvendar: sua mente e sua bolsa.
Pensando nisso, lembrei de uma história contada por um amigo na sexta passada que me deixou intrigada. E que junta essas duas partes estranhas da mulher, sua mente e sua bolsa.
Com trinta e muitos anos ele saiu com uma garota de vinte e poucos anos. A sedução não foi muito difícil, a garota se decidiu logo e eles foram para o apartamento dele. Antes das preliminares esquentarem ela se lembrou de que precisava pegar algo na bolsa, e tirou de lá um mini despertador. É, um relógio, despertador, inferno, o que for, aquela menina o carregava na bolsa.
Meu amigo tentou entender o motivo e ela foi bem clara. "É para eu acordar caso adormeça. Afinal, não posso dormir ao lado de um cara que nem conheço". Ou seja, transar com um cara que ela só sabia o nome e o endereço tudo bem mas dormir junto é o problema? Fiquei pensando nesse paradoxo e achei que levar um despertador na bolsa para esse fim é, ao mesmo tempo, um ato de confiança total e de insegurança absoluta, não?
Ah, meu amigo esclareceu que ela acabou não ligando o despertador e eles ficaram juntos até as cinco da tarde do sábado. Ufa !!!!
Pois é Veríssimo, eu também não entendo totalmente as mulheres. Dos homens desisti de compreender tudo, agora prefiro apenas sentir.

No meio do caminho tem uma pedra

Graças à determinação do Redneck no resgate em um momento de mais pânico do que dor descobri, na segunda de carnaval em um pronto-socorro, que carrego pedrinhas. Na vesícula, mais precisamente. E eu lá lembrava que tinha isso, nem sabia mais para que servia, e muito menos que ali se acumulam pedras. E salvem as rollings stones. Bom, diagnóstico feito, relaxei.

A caixinha postal vai voltar

Essas pedrinhas vão viajar comigo amanhã. Estou, de novo, às voltas com fazer malas, deixar contas pagas, blá, blá, blá. Embarco para Barcelona e só volto de lá no dia 24. No meio do caminho três dias em Londres para matar saudades.
Farei de tudo para mandar notícias aqui, obedecendo orientações do Red que fica puto quando eu desapareço muito tempo, esteja aqui, com preguiça, no Pólo Norte, esquiando, ou na roça, carpindo.
Vou tentar comparecer mais para dizer o que rola por aquele velho e gelado mundo. (Ainda bem que o verão aqui, até agora, não deu muito as caras. Daí não vejo problema de ficar procurando o frio).

Bjs for all, ainda fico mais um tempinho por aqui, capaz até de postar mais alguma coisa.

Dreams

The Corrs no seu vídeo. Bonitinhos.

fevereiro 06, 2008

Feliz ano do rato...

Começa hoje o ano taoísta 4705, o ano do rato de terra, yang. No horóscopo chinês é um bom ano, com menos conflitos, menos corrupção, e traz boas oportunidades e bons projetos. Que seja, com toda essas determinações será muito bem-vindo. Mas, dizem os especialistas, é bom ficar atento também porque é um ano matreiro, seja lá o que isso signifique. Na China, o ano novo começa debaixo de um temporal. Aqui, vai coincidir com as comemoração da Beija-Flor já que a Vai Vai já se esbaldou muito ontem. O bom é que com o fim do carnaval, o ano, enfim, começa. Bom ano para todos. Beijos.

O que o álcool não faz...

Titio tomou um porre de vodka nas ruas de Moscou (perto da casa da Andréa, rs). E ficou doidão. Contribuição do KK. Bjs

fevereiro 01, 2008

Tem hora que é melhor a gente não falar nada....no máximo torcer, quietinha.